domingo, 28 de junho de 2009

ESQUECER

É preciso esquecer.
Esquecer porque não vale a pena, esquecer porque não é amor, esquecer porque o medo já fez de mim um prisioneiro por demasiado tempo.
Vou esquecer, tenho a força, tenho o poder, sou eu que decido, a minha cabeça não o meu corpo, vou esquecer porque tudo isto é uma farsa, não preciso de ninguém para saber que sou importante, que conto, não como um número mas como um ser humano que luta como todos por realização.
Eu existo. Eu sinto. Eu amo. Eu não tenho medo.
Não vou viver mais escravizado por pequenos momentos, momentos ilusórios, busco coisas maiores.
Sei que vivo finalmente sei que vivo e vivo nas palavras da R. e da D., no olhar dos meus amigos, nos gestos da minha família.
Não preciso de ti.
Apesar de sempre ter estado aqui deixo de estar, porque tudo tem um fim, até o amor. Eterna só a escuridão da morte quando vier para nos tirar o último fôlego.
Vou ser forte, tenho que o ser para sobreviver, vou acreditar que mais este passo atrás só me fará dar mais dois em frente, esta nova fraqueza só me fará mais forte, é o fim, o adeus.
De todos os adeus o maior, o final.
O teu nome morre aqui na minha mão enquanto largo o pó ao vento e de ti sobra só uma ténue lembrança fechada no esquecimento.

Bruno Carvalho

Foto por: Teófilo Raposo

5 comentários:

dyphia disse...

lindo menino!!! é assim mesmo! li este texto cm se tb se tratasse uma ordem p mim. nós vamos ser fortes e vamos ser muito felizes... pq n fizemos nd de errado, apenas amar demais foi o q fizemos.

vamos vencer!
vamos ser felizes e cm eu digo no meu estado no hi5 " posso n ter sido aquilo que querias, mas fui bem mais do que aquilo que merecias" :D n concordas??? ;)

beijos amigo

Bruno Carvalho disse...

Sim sem dúvida :)
Obrigado pelo apoio :)
beijinho

R disse...

Curioso como andamos todos desesperados por esquecer...algo ou alguém...

~J disse...

Obrigada pelo comentário simpático :) e o mesmo tenho eu a dizer sobre o teu cantinho!

Força nessa luta ( em que tantos andamos):) É confortante, para mim, ter lido este texto e parecer-me que conseguiste encontrar a "forma" para tal...
Mas, diz-me, não é esquecer de todo...é o esquecer em que fica apenas um esboço a que conseguiremos tirar importância e emoção?

Ana Santos 7203 disse...

Lindo, para mim este foi um dos melhores textos que já vi, feitos por ti.
Não sei se isto é por me tocar um pouco a mim que me faz lembrar muitas das nossas conversas, muitos dos momentos que partilhamos, tantas emoções.
Talvez não devia comentar este texto, porque em certa parte também já tiveste que me esquecer =(, a vida é injusta, sei que já sofres-te, mas és uma pessoa tão importante, és uma pessoa que esta sempre ali, por vezes friamente, dadas as circunstâncias, mas sempre com um sorriso.
Sei que vais encontar aquela pessoa que te vai fazer bater o coração a mil á hora.
Beijinhus

DON'T BOTHER

Don't mind me, just wandering around drawing circles in the air Don't mind me, nothingness is just a state of mind Don't bo...