PERSEVERANÇA


A paixão cega-nos.
Faz-nos ver aquilo que não existe, isto é, mostra-nos o que realemente queríamos ver e não a realidade nua e crua como ela é.
E o que dizer daquele sentimento de saber que temos que esperar quando todo o nosso corpo e mente diz para avançar?
Por vezes quem me dera ser assim descrente que o amor pudesse de facto existir, quem me dera acreditar que tudo isto não passa de um jogo físico, que tudo não é mais do que um acto mecânico, quem me dera mesmo...
Quem me dera ter aprendido a certa altura que as coisas boas de facto acontecem, pois assim mantive-me na ignorância e no reino das impossibilidades, impossível aquele sentimento há tanto tempo declarado, consumido, assassinado, partilhado, trazer algo de bom, quem me dera mesmo.
Neste momento navego algo confuso num mar de incertezas, porém e espero que não infelizmente uma certeza mantém-me ainda à tona, a certeza de querer ser mais do que uma incerteza, a certeza de querer lutar!
Nunca duvidem da perseverança de um homem habituado a lutar por causas perdidas...

Bruno:Carvalho

Foto por: Sara

Comentários

Um texto com muita Razão mee pequeno grande amigo :)

Mas sabes que eu ainda vagueio nessa ilusão :)

Mensagens populares deste blogue

RE(CANTOS)

A QUEDA