LEONOR

Mexe-lhe nas pequenas mãos, embala-as carinhosamente, afaga-as imaginando um momento único, uma sensação de vida que flui daqueles pequenos olhos, a inocência liberta-se no ar como incenso derramado num momento mágico, quase religiosamente olhamos a pequena Leonor com os olhos e o coração cheio de amor.
Verás o quanto a beleza não é apenas uma imagem escultural num espelho, conhecerás a lua e os seus segredos, descreverás fadas e unicórnios, dos teus lábios brotarão poesias.
E nós aqui estaremos doce Leonor, submersos pela tua inocência emergimos por uns momentos da ganância opressiva deste mundo.
Pois hoje nasce mais uma vida, a tua vida, o nosso interminável contentamento.

Dedicado à minha pequena e adorada sobrinha Leonor
Bruno:Carvalho
2010
ION
"Adoration"

Comentários

Ayl disse…
Parabéns! =)

Mensagens populares deste blogue

RE(CANTOS)

A QUEDA