domingo, 15 de janeiro de 2012

STOP!

STOP!
Tens de parar!
Não vale a pena fazer rewind porque o que passou não pode ser mudado, fastforward também não pois a vida já é suficientemente curta para a vivermos à velocidade da luz.
Basta!
Carrega no stop faz um reboot e carrega de novo no play. Liberta-te dos vícios que mascaram o que és, fazem-te ser o que nunca foste, disfarçam os problemas pintando-os de outra cor por pouco tempo, deixam-te iludido.
Pára!
è tempo de viver e sentir.
Sentir o que se vive e viver o que se sente.
É tempo de fazer escolhas por mais duras que sejam. É tempo de nasceres finalmente.
És livre! Porque não aproveitas isso?
Porque vives constantemente toldado pelo medo?
Porque tens tanto poder na tua mão e desperdiças-lo a cada momento? Ama-te mais do que amas os outros!
Não te deixes para trás, faz-te gigante quando o mundo quer fazer-te acreditar que és um anão. Não és.
És tudo o que sempre sonhaste ser, no entanto colocaste a máscara de inicio e nunca te apercebeste que te esqueceste de a tirar...
Vive-te. Vive a diversidade que te preenche. Entre a beleza de um luar numa qualquer escuridão e o calor de um raio de sol numa qualquer manhã de Inverno.
Faz o que quiseres!
Mas vive!

Bruno:Carvalho
2012



They are out there, somewhere near...



Sem comentários:

EXORCISMO

Exorciza os demónios da minha alma Os fantasmas inumanos que consomem a minha carne Liberta-me, perdoa-me. Exorciza o meu corpo com...