TENTATIVA

Falhei esta nova tentativa...
Não aguento mais, o cansaço desmorona-me a alma
E tanto fica para dizer outro tanto para sentir
Rendo-me
Entrego-me ao mundo escorregando lentamente das tuas mãos
E que lindo foi este sonho
E que doce foi esta alegria
Ri-se agora a solidão
Por ter feito de mim tão tolo

Este mundo não se fez de sinceridade e sentimentos
Fez-se de fachadas
De máscaras coladas ao rosto
Num Carnaval eterno
E quem sou eu aqui sozinho?
Na proa do meu barco de papel
Percorro o horizonte sem nada ver
À espera que que o papel se faça mortalha
E o mar o meu túmulo querido...

Bruno:Carvalho
2012


L'AME IMMORTELLE
"Lake Of Tears"

Comentários

Araúja Kodomo disse…
Triste mas belíssimas palavras *

Mensagens populares deste blogue

RE(CANTOS)

A QUEDA