RAIOS DE LUZ

Raio de luz nº1
            Escutei atento, uma voz no silêncio, pensava viver um sonho mas percebi que tinha alguém a velar por mim alguém que não via mas que me prometeu que estaria sempre comigo.

Raio de luz nº2
            Quando pensei que tudo estava perdido vi a tua face reflectida na água, tu, a minha estrela brilhante numa noite de lua nova e ouvi a tua voz doce que me despertou os sentidos e então soube que nunca tinha estado sozinho, que a minha pele ainda tinha a marca dos teus lábios e o calor do teu toque, então adormeci na paz daquela surpresa…

Raio de luz nº3
            Cada passo que dava parecia que o caminho se estreitava rumo ao abismo e ao esquecimento, as pegadas que deixava na areia eram apagadas pela maré, a escuridão apertava cada vez mais, mas eis que naquela obscura noite de solidão vi uma figura que brilhava ao longe, uma jovem mulher inundada de luz, olhos de anjo e face de luar, cabelos ao vento e palavras doces de mel, quando fixei o seu olhar soube que era a minha amada, seguiu-me aquele lugar para me guiar à luz e então soube que o meu coração batia assim com força porque o meu amor era difícil de conter…

Raio de luz nº4
            … por isso deixei-o fluir, dei comigo a sonhar as curvas do teu corpo naquela praia de areias brancas onde escolhi o meu desterro, a minha viagem de aprendizagem, enterrei os meus medos para relembrar o desfrute da tua paixão, a tua figura desapareceu mas eu sabia que voltaria a encontrar-te por isso continuei firme naquela busca pelo meu verdadeiro eu e parti rumo a Sul onde as águas cristalinas iriam purificar a minha alma.

Raio de luz nº5

            Abracei-te naquele momento em que o dia se fez escuridão, afaguei o teu cabelo, sussurrei-te ao ouvido que o dia voltará a nascer, que está tudo bem para além deste momento de cansaço. Acordei inquieto, abraçava unicamente o vazio, mas sabia que eras real pois ainda sentia o teu perfume e mesmo longe estás sempre aqui e nada pode correr mal…

Bruno:Carvalho

Comentários

Mensagens populares deste blogue

RE(CANTOS)

A QUEDA