TER-TE ASSIM EM MIM

Os pensamentos fazem-me cócegas no cérebro, as palavras jorram ansiosas dos meus dedos para te descreverem com todas as consoantes e vogais do meu alfabeto rústico, e há aquela sensação de te ter assim em mim despida de sensações, de te ter assim em mim despida de sensações olvidadas pelo mundo, dispersas no tempo, e tenho-te assim em mim cravada como uma lembrança, exposta às agruras do tempo.
         Passo a passo.

         O compasso dá o ritmo para a minha explosão interior e a alma liberta-se pois a alma é a essência da existência, vivo a minha alma, respiro a minha alma pois ela é tudo o que sou e eu tenho-te assim em mim colada à alma e pendurada no coração, o amor consome a minha razão, mas lentamente desperto para esta realidade incoerente de te ter assim despojada de ambições desmesuradas, simplesmente tu e a tua inane bravura de me despedaçares com o olhar e me voltares a juntar com um beijo.

Bruno:Carvalho


I found you
In the dark
I found you
In the dark

Don't leave me
Here
Don't leave me

Staring at the sun
A love so strong it hurts
Staring at the sun
A love so strong it hurts

I dreamed of you
In the dark
You spoke to me
From afar
What you mean to me
Is clear
And I'll always be near

I found you
In the dark
I found you
In the dark

Don't leave me
Here
Don't leave me

Staring at the sun
A love so strong it hurts
Staring at the sun
A love so strong it hurts

I look into your eyes
See my life defined
Look in to your eyes
See your heart in mine

Comentários

E quando assim temos alguém, que bom que é que não (nos) escape pelos dedos das mãos...
(Belíssimo)
Bruno Carvalho disse…
sonhar não faz mal, e de que outra coisa é feita o poeta senão de sonho? já a realidade... Obrigado pelo comentário :)

Mensagens populares deste blogue

RE(CANTOS)

A QUEDA