FINALMENTE O SILÊNCIO...

Na maioria das vezes não há palavras que possam quebrar o maior dos corajosos silêncios...
Remeto-me portanto a ele, ao silêncio, por ti, por nós...

Universalmente estamos nós perdidos quando nenhuma razão justifica o coração...

Bruno:Carvalho
Abril 2015



Comentários

Mensagens populares deste blogue

DON'T BOTHER

NOS MEUS POEMAS A TUA BELEZA

NOCTURNO