quarta-feira, 1 de julho de 2015

UM BERÇO DE ESTRELAS

Vejo-te sorrir nos meus sonhos
Passas alegre nas asas do tempo
Afundo-me na profundidade dos teus olhos
Embalado pela doçura do teu beijo

Acordo mergulhado na frescura da manhã
Lençóis espalhados pelo chão
Vítimas de uma dança invisível
Testemunhas fiéis da força do amor

E ali fico maravilhado pela tua beleza
Extasiado pela marca dos teus lábios na minha pele
E ali fico feliz, ancorado na tua paz
À espera da próxima noite

Chega a noite, nasce a lua num berço de estrelas
Prendo o teu perfume no meu rosto
Seguro a tua mão e de novo o tempo pára
Prendo o teu amor no meu coração.

Bruno:Carvalho

Sem comentários:

ÂNSIA DE PARTIR

A falsa imortalidade da alma Falsos discursos, palavras apagadas pelo tempo Amores destroçados pela minha incerteza Quero apagar-m...